17/08

Pousada Colonial Chile alia história e modernidade

Tombado pelo Iphan, casarão do Colonial Chile resume o encontro perfeito entre a história de Salvador e a modernidade das instalações

Viagens a destinos históricos são enriquecedoras e não há dúvidas quanto a isso. Agora, quando nesta mesma viagem, o visitante consegue se hospedar em um hotel que é uma atração turística por si só, tudo fica ainda mais inspirador. É o que acontece quando a estadia é vivenciada na Pousada Colonial Chile. A pousada está localizada em um casarão tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN.

Assim, além de viajar no tempo ao conhecer os atrativos turísticos da cidade visitada, o hóspede tem a chance de voltar ao passado, sem que seja necessário sair do próprio quarto. Gostou da ideia? Continue a leitura e entenda mais!

História

A Pousada Colonial Chile e o seu entorno, por si só, já carregam uma parte da História de Salvador. A Pousada leva o nome da rua onde está situada que, por sua vez, foi assim nomeada  em homenagem à esquadra chilena ancorada no porto de Salvador no ano de 1902. Durante os anos 50, esse era o point de Salvador. Nas tardes amenas da época, as pessoas importantes ou não da cidade de Salvador podiam ser ali encontradas, como passantes ou espectadores.

Na calçada da Livraria Civilização Brasileira, os intelectuais baianos trocavam ideias e apreciavam as moças bonitas que se dirigiam para a casa de chá da antiga Loja Duas Américas, na Casas Sloper ou apenas faziam uma caminhada  pela famosa rua. Das janelas, é possível ter a dimensão da beleza da cidade, com a vista do Forte São Marcelo, criado para proteger a cidade das invasões holandesa e francesa no século XVII e a Baía de Todos os Santos, com todo o seu esplendor.

IPHAN

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) tem uma importante e desafiadora missão: promover e coordenar o processo de preservação dos bens culturais do Brasil para fortalecer identidades, garantir o direito à memória e contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do País.
 
Em seu esforço para a preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro, o Iphan possui a tutela de mais de 45 mil bens imóveis tombados, inseridos em 86 conjuntos urbanos tombados, entre eles a Pousada Colonial Chile.

A preservação dos bens, por meio do tombamento, significa o reconhecimento oficial do seu valor e do seu significado para a compreensão da história e da identidade de uma comunidade, de uma região, de um povo, de uma nação e, por vezes, da humanidade (Patrimônio Mundial).

 O Instituto tem ainda tombados um sítio paleontológico, 77 conjuntos arquitetônicos, 33 conjuntos rurais, 449 edificações, 393 edificações e seus acervos, 13 jardins e parques históricos, um quilombo, 30 ruínas, cinco sítios arqueológicos, nove terreiros, 24 patrimônios naturais, 29 acervos, 63 bens móveis e integrados e 45 equipamentos urbanos.
 
Também estão sob a proteção do Iphan 38 bens culturais imateriais registrados, sendo nove celebrações, 15 formas de expressão, 11 saberes e três lugares. O Brasil tem ainda 25 bens na Lista do Patrimônio Mundial reconhecidos pela Unesco, sendo cinco imateriais e 20 culturais e naturais.

Dia Nacional do Patrimônio Histórico

E com o objetivo de celebrar a riqueza da preservação cultural é comemorado no dia 17 de agosto, o Dia Nacional do Patrimônio Histórico é uma homenagem ao espírito incansável do historiador e jornalista mineiro Rodrigo Melo Franco de Andrade. A data foi criada em 1998, centenário de nascimento de Andrade, primeiro presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e grande defensor do Patrimônio Cultural Brasileiro.

Aproveite a oportunidade de conhecer a História de perto e hospede-se na Pousada Colonial Chile!