04/06

Roteiro da Fé: Salvador é rota do turismo religioso

Salvador tem aproximadamente 372  igrejas e é a cidade onde está enterrada a primeira santa brasileira

“Andar com fé eu vou, que a fé não costuma ‘faiá’”. Os versos de Gilberto Gil representam bem os milhares de turistas que visitam Salvador anualmente em nome da fé. Reza a lenda que a capital baiana tem 365 igrejas, sendo uma para cada dia do ano. Porém, de acordo com a Arquidiocese de Salvador, a cidade conta com mais do que isso, são 372 templos de religião católica que fazem de Salvador, que já é admirada por suas paisagens naturais, arquitetura e manifestações culturais, o principal destino de toda essa gente. Quer conhecer mais sobre essa rota do turismo religioso? Continue a leitura.

Uma igreja para cada dia do ano

Apesar de famosa por ser a cidade da música e das festas de verão, a capital baiana também proporciona ao visitante um roteiro que tem atraído atenção especial: as igrejas seculares. Seja por motivos religiosos ou interesse pela história e arquitetura, milhares de moradores e viajantes circulam diariamente pelas igrejas de Salvador, principalmente as que estão localizadas no Centro Histórico e Cidade Baixa, locais que concentram a maior parte delas.

As mais conhecidas são: Igreja de Nosso Senhor do Bonfim, Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, Igreja da Ordem Terceira do Carmo, Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e a Igreja e Convento de São Francisco.

Santa Dulce dos Pobres

Irmã Dulce nasceu em 26 de maio de 1914, em Salvador. Faleceu em 1992, aos 77 anos, deixando um legado de bondade. A religiosa foi responsável pela fundação das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), que presta assistência à população de baixa renda nas áreas de saúde, assistência social e educação. Em 2011, foi nomeada beata. Em 13 de outubro de 2019 foi canonizada e se tornou santa com o nome Santa Dulce dos Pobres.

O Memorial Irmã Dulce, localizado no bairro de Roma, é um espaço que reúne objetos pessoais, fotos, quadros e outros elementos que oferecem aos visitantes uma maior percepção da simplicidade vivida por Santa Dulce, e principalmente da grandiosidade de suas ações.


Quer agradecer pela vida ou fazer aquele pedido especial? Programe-se para logo depois do período de quarentena e faça a sua reserva na Pousada Colonial Chile, que fica no Centro Histórico bem próxima dessas igrejas.